Imagine um cemitério submarino de navios descansando abaixo das águas ao sul da Península de Samaná, onde barcos afundados há séculos repousam para sempre na costa nordeste da RD. Os recifes de coral ao redor da península e as ondas do Atlântico foram traiçoeiros para muitos navios ao longo dos anos, fazendo com que eles perdessem seus despojos ao longo do caminho.

O pirata Roberto Cofresí afundou seu próprio navio em Punta Gorda ao se aproximar das patrulhas espanholas que o interceptaram enquanto ele transportava incontáveis tesouros. Ele conseguiu escapar, mas, até hoje, nem o navio, nem seus tesouros foram encontrados. Em 1724, os espanhóis perderam dois galeões nos recifes próximos a Miches, ao sul da Baía de Samaná: Nuestra Señora de Guadalupe e Conde de Tolosa. Os navios transportavam mercúrio para as minas de ouro da América Central e da América do Sul. Alguns de seus restos mortais ainda estão espalhados pela entrada da baía.

Center map
Tráfego
De bicicleta
Transit

Outras atrações em Samaná

Título

Creole Reef

Acessível pelas praias de Las Terrenas, o Creole Reef é uma cadeia coralina de 1 km de extensão coberta por uma variedade de gorgônias e frequentemente visitada por grandes arraias do Atlântico.

Las Terrenas, Samaná

El Frontón

Aqueles que exploram o El Frontón, a apenas 17 metros de profundidade, também se beneficiarão com uma visita à linda praia intocada de Frontón. O recife em frente protege a praia. Traga nadadeiras para poupar seus pés dos ouriços-do-mar e observar a abundante vida marinha e os corais da região.

Las Galeras, Samaná

Las Ballenas

Na costa de Las Terrenas, os iniciantes em mergulho com cilindro ou snorkel encontrarão grandes cardumes de peixes-cirurgião e sargentos e uma abundância de corais coloridos em meio às rochas de Las Ballenas.

Las Terrenas, Samaná

Las Cuevitas

Conhecida por suas abundantes formações de recifes de coral e rochas com aberturas suficientes para atravessar nadando em profundidades para iniciantes, Las Cuevitas é um dos locais de mergulho mais populares de Las Terrenas.

Las Terrenas, Samaná

Naufrágio do Dolphin

Originalmente usado para pesquisa marinha, o Dolphin foi afundado em 2000 na costa de Las Terrenas, em Portillo, para criar um recife artificial. Mergulhadores avançados podem explorar seus restos mortais a 28 metros de profundidade.

Las Terrenas, Samaná

Navio Afundado

Depois de um terrível incêndio há mais de 30 anos, esse navio de carga de 80 metros de comprimento afundou a cerca de dois quilômetros da costa de Las Galeras. Também conhecido como Barco Hundido, ele é ideal para iniciantes, florescendo com barracudas, baiacus, arraias e cardumes de pequenos peixes.

Las Galeras, Samaná

Piedra Bonita

Piedra Bonita é um dos pontos de mergulho mais espetaculares e incomuns de toda a região nordeste, disponível para mergulhadores avançados. Também conhecido como La Torre, o mergulho começa aos 60 metros, após uma queda livre inicial de 30 metros.

Las Galeras, Samaná

Piedra Marcel

Localizada ao largo das margens de Las Terrenas, uma série de montículos rochosos estendidos ao longo de um piso de areia abriga uma grande variedade de corais e vida marinha em profundidades que variam de 12 a 18 metros.

Las Terrenas, Samaná

Playa Bonita

A Playa Bonita é tão bonita quanto o nome sugere: uma aconchegante praia de areias brancas em forma de lua crescente com uma variedade de hotéis-boutique, casas de veraneio e restaurantes. A orla ocidental da praia é calma como uma piscina, enquanto a orla oferece ondas ativas para os mais aventureiros.

Las Terrenas, Samaná

Comece a digitar e pressione a tecla Enter para pesquisar: