Chegando Aqui

Requisitos de Entrada

A maioria dos visitantes que chegam à República Dominicana via área, incluindo turistas provenientes dos Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, União Europeia, México e muitos países da América do Sul (confira a lista completa de países aqui) necessitam de um passaporte válido pela duração de sua estadia para entrar no país. O custo do cartão de turista, que antes era pago separadamente, agora está incluído no preço da passagem aérea.

No dia 1º de julho, todos os aeroportos e atividades turísticas da República Dominicana foram reabertos. No 1º de novembro, o país reabriu os portos, marinas e fundeadouros para receber iates, balsas e navios de cruzeiro. Desde 29 de novembro de 2020, a República Dominicana está adotando um novo sistema eletrônico que fornece versões digitais da Declaração de Saúde do Viajante, Declaração alfandegária e formulários de Embarque / Desembarque Internacional, combinados em um único formulário digital. Todos os passageiros que entram e saem do país deverão preencher e enviar seus formulários digitais por meio do Portal do Bilhete Eletrônico antes ou na sua chegada ao país. Para economizar tempo durante o procedimento de chegada, recomendamos o preenchimento do formulário 72 horas antes da viagem, imprimindo ou fazendo uma captura de tela do código QR e mantendo-o em mãos até a chegada, onde será lido pelas autoridades quando o passageiro passar pela alfândega. Os passageiros precisarão preencher um formulário na chegada e outro na saída e o sistema irá gerar dois códigos QR. O código QR não será lido durante a partida, mas é uma confirmação de que o formulário foi preenchido corretamente. Se você precisar fazer alguma alteração no formulário, deverá preenchê-lo novamente. Entre 29 de novembro de 2020 e 31 de janeiro de 2021, as autoridades dominicanas aceitarão os dois tipos de registro para entrada no país: o atual por meio físico e o novo por sistema digital. A partir de 1º de fevereiro de 2021, o uso de formulários digitais será obrigatório. Para obter informações adicionais e para assistir a um vídeo de instrução, visite: https://viajerodigital.mitur.gob.do/

Há um imposto de saída de US$ 20 requerido por lei, mas que já está incluído na tarifa aérea. Para períodos de estadias de mais de 30 dias, será cobrada uma taxa adicional na partida – determinada por uma tabela de acordo com a duração total da sua estadia. Veja as taxas aplicáveis ​​e carregue os documentos exigidos aqui, a serem pagos online antes da partida ou na seção de imigração do aeroporto – após o check-in e após a segurança – na partida.

Os viajantes provenientes de alguns países como o Brasil, por exemplo, necessitam portar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia contra a Febre Amarela, que deve ser apresentado no momento do check-in. No caso de contraindicação ou isenção de aplicação da vacina da febre amarela, será preciso apresentar o Certificado de Isenção de Vacina.

Em consonância com o lançamento do Plano de Recuperação do Turismo Responsável em 15 de setembro, os viajantes não precisam mais fornecer um teste PCR ou COVID-19 negativo na chegada. Em vez disso, os aeroportos e outros portos de entrada administrarão um teste de respiração rápido e aleatório para entre 3% e 15% dos passageiros e todos aqueles que apresentarem sintomas na chegada. Todos os passageiros também devem realizar uma verificação de temperatura.

Para mais informações, por favor, consulte o portal https://www.godominicanrepublic.com/pt-br/midia/coronavirus/, que possui informações atualizadas sobre as medidas implementadas na indústria turística do país. Também convidamos a visitar o Centro de Informação ao Viajante, que conta com uma seção de Perguntas Frequentes, além de possibilitar o contato com especialistas por meio de um formulário ou um chat com assistência em tempo real das 9h às 18h (hora da República Dominicana).

Vistos

A República Dominicana emite vistos de turismo, negócios, trabalho, estudo e residência. Os vistos de turismo podem ser emitidos para uma ou várias entradas, e podem ser estendidos para 60 dias. Qualquer pessoa, independentemente de sua nacionalidade, pode visitar a República Dominicana se for um residente legal ou tiver um dos seguintes vistos válidos em seu passaporte: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido ou países do Acordo de Schengen. Viajantes que não tenham passaporte ou vistos dos países citados anteriormente deverão solicitar um visto. Para emiti-lo, o passaporte deve ter uma validade mínima de seis meses.

Consulte a lista completa de cidadãos que devem solicitar um visto de turista nos Consulados da República Dominicana no exterior. Certifique-se de sempre verificar os requisitos atualizados antes de viajar.

Alfândega

É permitido entrar na República Dominicana com os seguintes itens:

  1. Um máximo de 20 maços de cigarros, 25 charutos ou 200 gramas de tabaco;
  2. Até três (3) litros no total de vinho, cerveja, rum, uísque ou licor;
  3. Você também pode trazer presentes no valor de até US$ 500 (quinhentos dólares dos Estados Unidos) uma vez a cada três meses.

Start typing and press Enter to search

Send this to a friend